Contrato de locação com fiador

By On

Todo procedimento de aluguel de imóvel necessita ser documentado a fim de assegurar os direitos do proprietário e do inquilino. Igualmente, o aluguel é a melhor opção para aquele que não possui capital ainda.

Uma das papeladas necessárias é o contrato de locação com o fiador. Por que ter o fiador no contrato? Ele manifesta-se como a outra parte, além do locador e do locatário, para garantir que se o inquilino não conseguir pagar a locação, o fiador irá arcar com a dívida.

Se você não conhece muito bem como é o contrato de locação com o fiador, aqui é o lugar para aprender! A equipe da Benvenuto elaborou um artigo que irá solucionar as suas dúvidas.

Fiador: quem é ele?

O fiador é a outra parte, além do locador e do locatário, que compõe o contrato de locação. Para você entender melhor, o locador é o proprietário do imóvel e o locatário é aquele que contrai a locação.

Desta forma, o fiador é aquele encarregado pelo pagamento, se eventualmente inquilino não conseguir efetivar seu compromisso de pagar ou atrasar.

Sucintamente, o fiador assegura que será exercido as obrigações do contrato.

 

Fiador: qual pessoa pode ser?

contrato-de-locacao-com-fiador

A fim de se tornar a terceira parte do contrato, é fundamental que o indivíduo considere alguns requisitos para que seja aprovado.

Primeiramente, é compulsório que o possível fiador possua um patrimônio. Normalmente, é necessário que a propriedade esteja paga, não financiada.

A segunda etapa consiste na aprovação de renda que pode ser realizada no banco em que o fiador tiver uma conta. Tem a possibilidade dele possuir CNPJ ou CPF.

Não tenho fiador, o que fazer? Seguro-fiança

contrato-de-locacao-com-fiador

Uma ótima alternativa é o seguro-fiança, que irá assumir as responsabilidades do fiador. Ao realizar o contrato de uma apólice, o proprietário realiza o pagamento de uma mensalidade para assim resguardar os possíveis atrasos e inadimplências. Caso seja necessário efetivar o despejo, a seguradora realiza este processo.

Como calcular o montante cobrado pela seguradora?

É cobrado aproximadamente duas mensalidades do aluguel por ano. Por exemplo, a mensalidade custa R$ 3 mil, logo o seguro-fiança custa entre R$ 3 mil e R$ 6 mil. Mas você não irá pagar tudo de uma vez, será cobrado um pagamento de R$ 250 a R$ 500 ao mês.

Gostou das informações? Deixe seu comentário e compartilhe sua opinião! Não deixe de conferir nossa plataforma digital!

Deixe uma resposta