A aquisição de um imóvel na planta pode ser uma excelente oportunidade, tanto para investimento quanto para moradia, pois os preços costumam ser bem mais baixos. Porém é preciso ter cautela e alguns cuidados para que a compra do seu futuro imóvel dos sonhos não se transforme em um pesadelo, ou simplesmente mude de um bom para um mau investimento.

O comprador de um imóvel na planta está exposto a vários riscos como por exemplo atrasos na entrega, alteração na metragem dos cômodos, reajustes não previstos em contrato, qualidade inferior ao esperado ou até mesmo embargo da obra por alguma irregularidade.

Mas isso não quer dizer que comprar imóvel na planta seja um mau negócio e deva ser evitado, quer dizer apenas que é necessário ter muita cautela, para não dar um passo em falso que pode acabar te prejudicando.

Primeiramente, procure saber sobre a construtora que se pretende comprar o imóvel. Procure saber se ela possui certificados de qualidade (ISO), se tem reclamações no PROCON, pesquise sobre empreendimentos anteriores da construtora. Enfim, faça uma pesquisa completa sobre a construtora, e se possível procure conversar com conhecidos que já tiveram alguma experiência com ela.

Os documentos para comprar um imóvel na planta

Em relação aos documentos, é essencial pedir uma cópia do memorial de incorporação da obra. Caso a construtora diga que a construção ainda não possui, então é melhor nem dar prosseguimento na negociação. Esse documento oferece informações minuciosas do empreendimento, incluindo a descrição do material utilizado no acabamento, cálculo exato da área do imóvel, projeto da construção, prova da propriedade do terreno, etc. Apenas com esse documento é possível ter uma real noção do imóvel que se está comprando.

documentação-imovel-na-planta-benvenuto

Em relação ao pagamento

Informe-se sobre o regime de construção: Se for por preço de custo, ou administração, o valor final da obra será repassado aos compradores, acrescido de um valor de taxa de administração. Se for por empreitada, o preço é fechado mas sujeito a reajuste. Esse tipo de informação é fundamental para compra e para e planejar. Além disso, fique atento às condições oferecidas : entrada, prestações intermediárias, periodicidade de reajustes, projeção da prestação com juros, em caso de financiamento, etc.

Visite o local de construção

Assim você terá certeza do local onde está sendo construído o empreendimento, ao invés de apenas acreditar no que a construtora está te vendendo.

Utilize a maquete para ter uma noção do prédio, vistas do imóvel, até mesmo acabamento. Mas lembre-se de sempre questionar sobre a veracidade da maquete.

construtora (1)

Leia com atenção o contrato ou o compromisso de compra e venda

Se tiver dúvidas faça perguntas ao vendedor e se preciso consulte um advogado. Não é preciso ter pressa, é melhor ter certeza do que se está assinando antes de assinar.

Memorial descritivo

Lembre-se de analisar todo o memorial descritivo para olhar cada uma das unidades do condomínio que tem de estar muito objetivo e detalhado. Se ele for muito simples e sem informações busque todos os detalhes. É importante saber que toda alteração no memorial descritivo só pode ser feita com o acordo dos condôminos em uma assembleia.

Claro que todas essas decisões precisam estar de acordo com a construtora até mesmo para respeitar os padrões de segurança e da construção do imóvel.

Atraso na obra

As construtoras podem atrasar até em 180 dias a entrega da obra, mas a demora deve ser justificada pela construtora. Caso aconteça de atrasar mais do que esse prazo você poderá entrar na Justiça e pedir indenização por danos morais e materiais.

O valor indenizado geralmente fica em torno de 0,8% do valor atualizado do imóvel por mês de atraso.

construtora (4)

Correção do INCC

A correção pelo Índice Nacional da Construção Civil (INCC) é legal, mas deve ser bem explicada para o consumidor.

Essa correção incide sobre o saldo devedor, o que aumenta a dívida ao longo do período.

Prometeu mas e agora, cadê?

Você já viu aquelas propagandas como carro zero na garagem, imóvel todo mobiliário e quitação do IPTU e condomínio?

Algumas construtoras oferecem vários benefícios, mas, em alguns casos, não cumprem a promessa depois da assinatura do contrato. Nesse caso, a saída é entrar na Justiça. Guarde toda propaganda como prova!

Você não tem que pagar corretagem!

Muitas construtoras possuem corretores próprios em seu stand de vendas. Porém quem contrata os corretores são as próprias construtoras e por isso elas que precisam de arcar com os custos de venda. A comissão caso seja devida deve ser paga pela construtora e não por você.

Interveniência é um direito seu

Caso você opte por fazer um financiamento com um banco diferente daquele que financiou a obra para a construtora você tem todo o direito de escolha, caso tenha algum problema nesse momento saiba que isso fere o seu direito de consumidor.

Essa taxa de interveniência pode chegar até mesmo a 2% do valor financiado.

Consulte o tabelião

Você pode firmar o seu contrato com a assessoria jurídica de um tabelião. Você pode solicitar o serviço de auxílio jurídico na página de serviços da Benvenuto, para isso, basta clicar aqui.

Grande parte das construtoras de imóveis já possuem esse tipo de serviço ou já tem parceiros dentro do mercado. No entanto, estima-se que você pode economizar até 40% quando estabelece uma escritura pública no lugar de um contrato particular.

Como a assessoria do tabelião não tem interesse em nenhuma das partes o contrato será imparcial, diminuindo assim o seu risco.

 

Não são raros os casos de irregularidades neste tipo de contrato – que podem passar “despercebidas”, dependendo da parceria do assessor jurídico com a incorporadora. O que resulta em uma grande dor de cabeça depois.

Além disso, caso a construtora se torne inadimplente e não termine a obra, compradores que recorreram à escritura pública tornam-se automaticamente proprietários de parte do terreno onde o imóvel seria construído. Fato que garante maior segurança para a transação.

A maquete tem sim sua importância

A maquete não é só um objeto bonitinho para você apreciar no stand de vendas. Ela é o principal instrumento para sua tomada de decisão. Ela demonstra claramente como é a realidade do empreendimento e você deve analisar todos os itens que o imóvel possui. Junto do memorial descritivo você poderá decifrar tudo do imóvel.

Uma coisa que pode afetar inclusive na valorização é a posição do imóvel, frente ou fundo e também a incidência de sol. Você pode fazer essas observações e análise através da maquete.

maquete imóvel

Por último lembre-se que a compra de um imóvel na planta é uma transação a longo prazo, por isso é importante que o imóvel atenda às suas necessidades e realidade financeira nos próximos anos. Portanto, planeje-se bem e não feche contratos por impulso.

Precisando de ajuda durante um processo de compra na planta? A Benvenuto pode te ajudar! Converse com um de nossos parceiros.

Uma Resposta

  1. Cláudio

    Boa noite,
    É ótima sua iniciativa, se tivesse conhecido seu site antes com certeza não teria fechado um negócio recentemente na planta, me arrependi, queria desfazer mas não sei se seria vantajoso.

    Grande abraço e muito sucesso.

Deixe uma resposta

Tags

Sobre o autor

Victor Bicalho

Facebook Website

Co-fundador da Benvenuto. Estudante de Engenharia de Controle e Automação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Atua na área comercial e marketing da Benvenuto, além de acumular experiência como gerente de projetos em empresa júnior. Anuncie seu imóvel grátis na Benvenuto: http://www.benvenuto.com.br