Quando jovem, queremos tudo, fazemos tudo, às vezes, somos até um pouco inconsequentes. O que importa é o agora. Com nossas cabeças voltadas para o presente, acabamos por deixar escapar oportunidades que, à primeira vista, não são muito atrativas mas que futuramente, podem se tornar notáveis.

Por que investir quando se é jovem é demais…e difícil

Vamos ser honestos, quando jovens, nos deparamos com várias desvantagens que tornam o espírito empreendedor mais difícil de ser alcançado. Vamos falar um pouco sobre essas desvantagens:

Pouco Dinheiro

Sejamos realistas – a maioria dos jovens estão quebrados. Talvez você até tenha um bom emprego com um bom salário, mas, é bem provável que esteja vivendo de pagamento a pagamento.

Pouca Experiência

Quando temos 21, achamos que sabemos de tudo. Quando alcançamos os 30, continuamos achando que sabemos de tudo. Há sempre algo a se aprender.

Estar Conectado

Sejamos francos – às vezes, tudo o que queremos é ficar horas no Facebook, jogando video-game ou assistindo à TV.

Pouco Crédito

A universidade e os anos que a seguem podem ser difíceis para muitos jovens, enquanto isso, as escolas fazem um péssimo trabalho ao ignorar a importância de matérias como educação financeira. O uso do cartão de crédito é feito de modo indiscriminado e acaba se tornando um vilão.

Para começar a investir no mercado imobiliário, explore o que você tem

sucesso-mercado-imobiliário

Agora que já falamos sobre suas desvantagens, vamos falar sobre as coisas que você tem, de fato.

  • Motivação: Quanto mais velho, menos motivado você fica. Conforme as pessoas vão envelhecendo, elas parecem ficar mais complacentes com relação a sua situação, e não mais se arriscam.
  • Tecnologia: Você tem completo domínio em como a internet funciona, como mexer e interagir com as mídias sociais, como utilizar um smart phone. Use todos esse recursos.
  • Tempo: Finalmente, a mais poderosa ferramenta: o tempo. Você não tem a preocupação de se aposentar nos próximos 5 anos. Você tem os próximos 20-30 anos para aproveitar. Se criar uma estratégia e segui-la, você terá que fazer esforço para não se aposentar com uma alta qualidade de vida.

Seu primeiro investimento

Obviamente, seu primeiro investimento irá depender da sua atual situação. Entretanto, eu acredito que para a maioria das pessoas, o primeiro investimento seja a casa própria.

Lidando com mudanças

 Considerando que você tenha que pagar para morar em algum lugar de qualquer forma, porque não tomar proveito da situação e fazer alguns pequenos investimentos como reformas, pinturas – a ideia é repaginar seu imóvel. Mesmo que você demore de 3 meses a 3 anos para vendê-lo, no final, você irá lucrar e poderá dar o próximo passo.

Leia também: 11 dicas para o seu dia da mudança acontecer sem estresse

E o dinheiro?

Sim, atuar no mercado financeiro custa dinheiro. A opção de ir capitalizando a partir do lucro da venda do imóvel é uma opção viável.

Ao comprar um imóvel, você também tem a opção de financiar o pagamento através dos financiamentos promovidos pelos bancos. Diversos bancos oferecem essa opção. O que os diferencia são as condições de pagamento, como as taxas de juros cobradas, a duração dos contratos e quanto do valor do imóvel pode ser financiado.

Construa relações

Pessoas mais velhas gostam de apostar em jovens com ambição. Há algo recompensador em ajudar um jovem ambicioso a alcançar seus objetivos. Está relacionado a “se colocar no lugar do outro” ou em “se eu tivesse tido a coragem no passado de fazer isso”.

Qualquer que seja a razão, é um fenômeno fascinante e poderoso. Use isso como vantagem! Comece se relacionando com investidores com mais bagagem e conhecimento, faça dos tropeços e erros deles o seu guia de ensinamento, aprenda.

Há duas maneiras de se construir relacionamentos: presencial e online.

  • Presencial: converse com pessoas que estão a sua volta, amigos e amigos de amigos que atuam no mercado há algum tempo e faça deles seus mentores, para que possam te treinar e aconselhar na direção correta.
  • Online: em fóruns e sites especializados é possível construir conexões com pessoas especializadas e que estão dispostas a trocar ideias, conselhos e tirar dúvidas.

Para onde eu vou agora?

foto-de-terreno

O tempo está passando, rápido. Então é hora de começar.

Avalie onde você está, onde você quer chegar, e qual o caminho para se chegar lá. Se você não tem certeza , tudo bem. Poste suas dúvidas, questionamentos e incertezas online.

Quais são as dificuldade quando se está começando? Ou, se você já é “velho” o suficiente – quais conselhos dar para o que estão apenas começando? Deixe um comentário abaixo e vamos conversar. Ou envie um e-mail para:

contato@benvenuto.com.br

conhece-a-benvenuto

 

Uma Resposta

Deixe uma resposta