A compra de imóveis financiados têm crescido em ritmo acelerado nos últimos anos, com o aumento de crédito na economia. Para se ter uma noção, segundo a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) o crédito imobiliário atingiu a marca de 10,4 bilhões de reais em julho de 2014*. Esse post traz algumas dicas para você que está pensando em comprar um imóvel com a ajuda de um financiamento.

Confira as dicas:

  1. A primeira dica é obter o crédito, a aprovação do financiamento, antes de procurar, e encontrar, o imóvel do seus sonhos. É possível entrar com o pedido de financiamento no banco antes de encontrar um imóvel. Se tiver o financiamento aprovado pelo banco, ele fornecerá uma “carta de crédito”como garantia de que você terá o dinheiro aprovado no financiamento para fechar um futuro negócio, desde que a documentação do imóvel esteja em ordem e que o atual proprietário não tenha pendências financeiras. Fazendo isso você evita frustrações como a de encontrar o imóvel dos seus sonhos mas não conseguir financiá-lo, e ainda ajuda a fazer uma busca com mais foco.
  2. A segunda dica é comparar as condições oferecidas pelos bancos. Nem sempre o seu banco terá as melhores condições ou menores taxas.
  3. Não conte muito com o FGTS. A alta dos preços do imóveis nos últimos anos tornou o uso do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) bem mais complicado, dependendo de onde pretendo comprar um imóvel. Hoje só é possível usar o FGTS em imóveis com valor de até 500 mil reais.
  4. O sistema de prestações decrescentes é o mais vantajoso. Apesar do sistema de prestações fixas (Tabela Price) ser o mais comum, e o que muitas pessoas se sentem mais confortáveis, o sistema que é mais vantajoso, em termos de juros, é o sistema de amortização constante (SAC), nesse sistema a amortização da dívida é sempre constante em todas as prestações. Como no início você deve mais dinheiro, o valor gerado por juros é maior, e isso faz com que as prestações comecem com valores maiores que vão diminuindo com o tempo. É claro que para utilizar esse sistema você deve avaliar o impacto no seu orçamento, mas com ele você paga menos juros, e o raciocínio é bem simples: nele você paga a dívida mais rapidamente e logo paga menos juros.financiar-imóvel-benvenuto
  5. Lembre-se que outras dívidas entram na conta de comprometimento de renda, portanto, avalie seu orçamento com cuidado e planeje-se, pois você pode acabar nem conseguindo o financiamento.
  6. Tenha em mente que o financiamento de um imóvel é considerado dívida ou investimento de valor, por isso deve ser protegido e priorizado em seu orçamento.
  7. Consequentemente, certifique-se de ter sempre uma reserva estratégica, em caso de urgências, de modo que você consiga sempre honrar este compromisso.
  8. Por fim, tome cuidado com o valor do imóvel que esta pensando em comprar e veja se ele é realmente adequado ao seu padrão de vida. Caso contrário, você pode acabar se complicando financeiramente.

Dúvidas na hora de comprar ou financiar o imóvel dos seus sonhos? Deixe a Benvenuto te ajudar!

3 Responses

Deixe uma resposta

Tags

Sobre o autor

Victor Bicalho

Facebook Website

Co-fundador da Benvenuto. Estudante de Engenharia de Controle e Automação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Atua na área comercial e marketing da Benvenuto, além de acumular experiência como gerente de projetos em empresa júnior. Anuncie seu imóvel grátis na Benvenuto: http://www.benvenuto.com.br